terça-feira, 8 de abril de 2014

1a Jornada Temática de Histórias em Quadrinhos - Adaptações Literárias

Tiveram início esta semana as inscrições para a 1ª Jornada Temática de Histórias em Quadrinhos - Adaptações Literárias. O evento, realizado pelo Observatório de Histórias em Quadrinhos da Escola de Comunicações e Artes da USP e pelo Grupo de Pesquisa sobre Quadrinhos da EFLCH da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), será realizado nos dias 5 e 6 de agosto de 2014, no campus Guarulhos da Universidade Federal de São Paulo.

O link para o site do congresso é:

Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro


quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Pesquisa Concluída: O humor e a Crítica em Hagar, O Horrível, de Dik Browne, no Jornal Folha de São Paulo (1973-1974)


A pesquisa foi desenvolvida como Dissertação de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em História Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo,por Fabio Antonio Costa, sob orientação da Profa. Dra. Maria do Rosario de Cunha Peixoto. 

O estudo teve por direcionamento o exame da série de tiras em quadrinhos Hagar, o Horrível criada em 1973 pelo desenhista estadunidense Dik Browne. O corpus da pesquisa foi constituido por 200 tiras componentes do primeiro ano da publicação pelo jornal Folha de São Paulo, destacando-se algumas sequências que melhor se ajustavam às temáticas exploradas. 


O estudo aprofundou como esse quadrinho, por meio de seus múltiplos recursos e forma de linguagem, desenvolveu uma concepção de mundo ao desconstruir ideias e discursos, valorizando outras manifestações humanas e grupos sociais pouco evidentes na conturbada década de 1970 nos Estados Unidos. Trabalhou também algumas categorias de análise, como o humor, a arte, o cotidiano, os quadrinhos, a cultura, entre outros, que em seu conjunto contribuem para um melhor entendimento sobre as potencialidades de Hagar, personagem embebido numa significativa crítica aos eventos e ideias daquela conjuntura, ao construir um universo rico de possibilidades e de reflexão de mundo.


Maiores informações podem ser obtidas diretamente com o autor, no endereço eletrônico fabioantoniocosta@hotmail.com.


Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro 

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Pesquisa concluída: Identidades secretas: representações do negro nas histórias em quadrinhos norte americanas

A pesquisa foi desenvolvida como Dissertação de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho", Campus Bauru/SP, por Romildo Sérgio Lopes, sob orientação do Prof. Dr. Cláudio Bertolli Filho.
 
O trabalho busca pensar as histórias em quadrinhos como veículo de comunicação de massa, cuja história moderna atravessou todo século XX até chegar  à contemporaneidade,
mantendo sua linguagem quase que inalterada. Segundo o autor, é possível inferir a grande força do meio e, consequentemente, o grande impacto das representações que ela cria e circula pela sociedade. 

A proposta do trabalho é discutir quais são as identidades do negro nas histórias em quadrinhos norte-americanas da editora Marvel Comics publicadas no Brasil, tendo-se por hipótese o quanto tais representações podem criar identificação com modelos de conformidade ou reforçar preconceitos por meio dos estereótipos clássicos de minoria racial nos Estados Unidos. A metodologia aplicada é a junção de dois campos: a semiótica de matriz piercieana como técnica de pesquisa, responsável por dar relevo às representações e seus argumentos, bem como a sociologia, da qual foram utilizadas as noções de cultura e identidade exploradas por Stuart Hall e Anthony Giddens para análise dos resultados. 

A amostra parte de uma coleção de revistas da Marvel Comics publicadas no Brasil pela Editora Panini, no período de 01 de julho a 31 de dezembro de 2011, adquiridas nas bancas e lojas especializadas, perfazendo 76 revistas, com 252 histórias analisadas, nas quais foram identificadas 1370 participações relevantes dos personagens; destas, apenas 75, ou seja, 5,47% foram geridas por negros, demonstrando uma baixa representatividade. 

Essa porcentagem constitui de fato o recorte que é o corpus da pesquisa. Nele foram identificados 16 personagens negros relevantes que podem ser agrupados em 5 modelos possíveis de identidades, algumas das quais alinhadas a outros campos de entretenimento, como cinema e música. Por conclusão pode-se apontar que os dois personagens cujo alinhamento com modelos positivos e mais polifônicos foram Tempestade e Luke Cage. A baixa representatividade e excesso de caracterização fazem dos quadrinhos analisados um campo pouco fértil à identificação por parte do público brasileiro.

Interessados no trabalho podem entrar em contato diretamente com o autor, no endereço eletrônico romildo@avanticom.com.br.

Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Livros do Observatório de Histórias em Quadrinhos terão lançamento em São Paulo



Produzidos pela Editora Criativo, os livros Intersecções Acadêmicas: Panorama das 1as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos e Os Pioneiros no Estudo de Quadrinhos no Brasil, organizados por Waldomiro Vergueiro, Paulo Ramos e Nobu Chinen serão objeto de lançamento e tarde de autógrafos no próximo sábado, dia 28 de setembro de 2013. O evento ocorrerá às 14 hs. na Comix Book Shop, à Av. Jaú, 1998, Cerqueira César, São Paulo, SP.

Os organizadores das obras e vários dos autores estarão presentes.

Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Portal da USP dá destaque a tese de pesquisador do Observatório de Histórias em Quadrinhos

O portal da Universidade de São Paulo na internet deu, nesta quinta-feira, 05 de setembro de 2013, destaque especial à tese de doutoramento de Nobuyoshi Chinen, pesquisador do Observatório de Histórias em Quadrinhos e também um dos organizadores das 2as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos, realizadas em agosto de 2013 na Escola de Comunicações e Artes da USP. A pesquisa de Nobu, como é mais conhecido por todos da área, aborda a representação e representatividade dos negros e afrodescendentes nas histórias em quadrinhos brasileiras. A matéria do portal pode ser conferida no endereço http://www5.usp.br/32341/estudo-da-eca-revela-que-representacao-de-negros-nos-quadrinhos-segue-estereotipos/.

Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Pesquisa concluída: O reencantamento do mundo em quadrinhos: Uma análise de Promethea, de Alan Moore e J. H. Williams III


A pesquisa foi desenvolvida como Tese de Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, na Área de Concentração História e Teoria da Arte, por Carlos Manoel de Hollanda Cavalcanti, sob orientação do Prof. Dr. Carlos de Azambuja Rodrigues


O trabalho busca analisar os símbolos contidos na série de histórias em quadrinhos Promethea, publicada na virada do século XX para o XXI pela editora norte-americana DC Comics, com o selo America's Best Comics, de autoria do premiado roteirista britânico Alan Mooredo artista J. H. Williams III. A série expressa a permanência do imaginário do 
hermetismo nas sociedades contemporâneas. O embasamento teórico é fornecido pela teoria do imaginário, conforme formulada por Gilbert Durand, pela formação das mitologias, em Mircea EliadeJoseph Campbell e pelos processos históricos implicados no sincretismo daquelas representações. 

O percurso compreende os questionamentos acerca de ciência e pensamento mágico e uma breve imersão no estudo da Astrologia, da Kabbalah e do Tarot, de forma a contextualizar a leitura semiológica das páginas selecionadas da série que corroboram os temas inicialmente levantados. Para tanto, acrescenta-se um comentário biográfico sobre o roteirista, sua formação literária e temas recorrentes em outras de suas obras, que de um modo ou de outro são sempre voltados para assuntos correlatos. Lançada na virada do milênio, a obra refere-se também a expectativas, anseios e necessidades de seu tempo, trazendo à discussão toda uma herança das matrizes culturais do Ocidente quanto ao que é considerado sagrado e profano e quanto à chegada da chamada “Nova Era”. 

Interessados em ter acesso ao texto completo podem acessar o endereço http://hollandaarts.wordpress.com/tese-de-doutorado/.


Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Pesquisador espanhol Manuel Barrero faz avaliação sobre as 2as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos



Em um texto brilhante e demonstrando seu usual senso crítico, o pesquisador espanhol Manuel Barrero relata, no blog da Asociación Cultural Tebeosfera, sua experiência de participação nas 2as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos, ocorridas de 20 a 23 de agosto de 2013, em São Paulo. O evento foi organizado pelo Observatório de Histórias em Quadrinhos da Escola de Comunicações e Artes da USP. O texto está disponível no endereço http://asociacionculturaltebeosfera.blogspot.com.br/2013/08/segundas-jornadas-internacionais-de.html?showComment=1377694381048#c372987508805739683.

Convidado pelos organizadores para ser um dos conferencistas estrangeiros ao evento, Manuel Barrero brindou os participantes com uma instigante palestra sobre o desenvolvimento das histórias em quadrinhos na Espanha, apresentando os resultados de uma extensa pesquisa sobre o tema, por ele coordenada. Os principais dados dessa pesquisa podem ser acessado no site de Tebeosfera, no endereço eletrônico http://www.tebeosfera.com.



A palestra de Manuel despertou grande interesse dos presentes, que lhe dirigiram várias perguntas, às quais o pesquisador respondeu com gentileza e simpatia. Foi, sem dúvida, um dos pontos altos do evento. Manuel está agora preparando um artigo com o conteúdo da palestra, que deverá ser publicado na revista 9a Arte (www.eca.usp/nonaarte), publicação teórica do Observatório de Histórias em Quadrinhos. 

Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro