quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Ata do Colóquio Científico do Observatório de Histórias em Quadrinhos, realizado em 06 de fevereiro de 2015



Em seis de fevereiro de dois mil e quinze, ocorreu o primeiro Colóquio do Grupo de Pesquisa em Histórias em Quadrinhos da ECA-USP do ano, reunindo pesquisadores, professores e estudantes com interesse no debate sobre a Nona Arte sob a coordenação do Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro. A reunião teve início às 20:00 horas, nas dependência do Prédio Central da Escola de Comunicações e Artes, Sala 260, com a presença de Roberto Elísio dos Santos, Nobuyoshi Chinen, André Moreira de Oliveira, Douglas Pigozzi, Gazy Andraus, Moisés Baptista,  Regina Behar, Diego Andrade, Maurício Kanno, Luiz Salles, Cristiane Santana Mathias,  Lucas Rocha, André Campos de Carvalho, Lielson Zeni, Jerônimo Strehl, Francisco de Assis, Simone Tinti, Washington Luiz dos Santos, Beatriz Carvalho, Carlos Daniel S. Vieira, Zilmara Pimentel,  José Luiz dos Santos, Luciano Thomé,  Diego de Keikhove,  Valéria Yida, Perivaldo Oliveira de Souza, Nicole Louise, Karina Goto, Joaquim Ghirotti e Efrem Pedroza.  Dando início à reunião o Prof. Waldomiro, como de praxe, agradeceu a presença de todos e solicitou aos novos visitantes/integrantes, breve apresentação a respeito de seu interesse na área de histórias em quadrinhos e pelos trabalhos do grupo de pesquisa. Em seguida, trouxe ao conhecimento de todos a aprovação de três novos pesquisadores na seleção do Programa de Pós-graduação da ECA-USP sob sua orientação: Beatriz Carvalho (mestrado), Carlos Daniel S. Vieira (mestrado) e Douglas Pigozzi (doutorado), solicitando aos mesmos que fizessem uma apresentação resumida sobre seus projetos de pesquisa. Dando prosseguimento, informou sobre a defesa e aprovação, nesse mesmo dia, da tese de doutorado de Juscelino Neco de Souza Junior, intitulada “O discurso autobiográfico nos quadrinhos: uma arqueologia do Eu na obra de Roberto Crumb e Angeli”, desenvolvida sob sua orientação. A referida tese, bem como um exemplar do International Journal of Comic Art, vol 16, nº. 2, circulou pela sala, para apreciação dos presentes. O professor Waldomiro deu os novos informes sobre as 3ªs Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos, a se realizar em São Paulo, entre 18 a 21 de agosto de 2015. O evento, cuja primeira chamada já se encontra no ar, tem Comissão Científica em processo de constituição e, durante a semana que se inicia em 9 de fevereiro, divulgará a 2ª chamada com prazos e regras para a apresentação de trabalhos. O professor informou, também, a confirmação da participação de convidados internacionais no evento,  a exemplo de Trina Robbins, uma das lideranças do movimento feminista nos quadrinhos underground nos Estados Unidos e expoente na pesquisa sobre as mulheres nos quadrinhos; Ian Gordon, historiador norte-americano, autor de obras como Comic Strips and Consumer Culture, 1890-1945 e Film and Comic Books, bem como o pesquisador inglês Paul Gravett. Aberta a palavra para outros informes, o quadrinista e pesquisador Gazy Andraus lembrou aos presentes os prazos para envio de trabalhos para o congresso da ASPAS (Associação de Pesquisadores em Arte Sequencial) com encerramento previsto para o final de fevereiro. O professor Roberto Elísio fez informes sobre HQs recentemente lançadas tais como a Coletânea de Histórias da Marvel feitas no Brasil (uma série não autorizada), novo exemplar da Arquivo X-Man, Coletânea de Histórias de Vampirela, entre outras. O professor Nobuyoshi Chinen por sua vez, complementou citando obras da Editora Marsupial: as biografias do Marcartti, de Ivan Saidenberg e de Primaggio Mantovi, esta última de autoria do próprio Nobu Chinen. Concluída essa etapa de informes, iniciou-se a atividade prevista em convocação-convite para o colóquio, ou seja, a discussão do primeiro capítulo do livro Quadrinhos: História moderna de uma arte global, de Dan Mazur e Alexander Danner - tradução brasileira publicada pela Martins Fontes em 2014. A discussão foi realizada sob a coordenação de nosso colega Maurício Kanno. O pesquisador apresentou o esquema geral do livro, que se propõe a tratar do percurso histórico dos quadrinhos nos Estados Unidos, na Europa e no Japão, principalmente a partir do final dos anos 1960 e do movimento underground. Na introdução, os autores apresentam uma breve retrospectiva histórica dos quadrinhos nos espaços nacionais indicados e, no primeiro capítulo, tratam do movimento Underground norte-americano e dos desdobramentos posteriores ao declínio do mesmo. O capítulo apresentado por Maurício debate os autores, temas e publicações do período underground em seu viés contestatório, independente e inicialmente artesanal, que se confrontou com a vertente de quadrinhos industriais, afirmando a trajetória autoral de diversos e geniais autores que inovaram o campo da produção das HQs. O movimento se afirmou como parte da onda contra cultural da qual fazem parte o movimento hippie, a contestação do consumo capitalista e dos valores burgueses, a ascensão do rock, o uso das drogas, o movimento feminista e a defesa do amor livre. O enfoque ou caráter underground, presente nesses quadrinhos, afirmou fundamentalmente a liberdade de expressão, desafiando as regras e a legislação (Comic Code) que disciplinavam e restringiam a criação dos artistas de HQ. Esses quadrinhos traziam temas sobre drogas, sexo, vícios e perversões, crítica à hipocrisia da sociedade americana, feminismo e, outros, além de inovações temáticas, formais e a afirmação de traços autorais que os pesquisadores inventariam em imagens. No primeiro capítulo, os autores apresentam o movimento de forma panorâmica iniciando com a referência à obra de Robert Crumb como principal expoente do movimento underground e, apresentam outros autores, como Denis Kitchen, Gilbert Shelton, Jay Lynch, Clay Wilson, Kim Deitch, Melinda Gebbie, Trina Robbins, Aline Kominsky, Greg Irons, Richard Corben, George Matzger, entre outros. A obra traz a referência de revistas do período em que veiculavam a produção desses quadrinistas, como a Zap Comix, Mad Reader, a feminista Tits & Clits; personagens emblemáticos como Mr. Natural, Fritz, The Cat, Binky Brown, etc. Após o boom do underground, o movimento coletivo se esgotou em decorrência de fatores como edição de leis que dificultaram o esquema de vendas, o fim da conjuntura de contestação radical reduzindo o efeito de choque e o apelo mercadológico que as temáticas-chave dos quadrinhos underground exerciam sobre o público. A partir de meados dos anos 70 se afirmava um momento de criatividade e renovação independente ou alternativa, encampada por autores da geração underground, sendo marco desse novo momento a iniciativa de Art Spiegelman e Bill Griffith com a publicação da revista Arcade, The Comics Revue, em 1975. Nesse momento, abre-se espaço para a vertente de não-ficção representada por narrativas críticas de caráter histórico e político, autobiografias e memórias. Concluída a discussão do texto, iniciou-se a segunda apresentação da noite, enfocando a dissertação de mestrado de autoria de Efrem Pedroza Bezerra, intitulada Will Eisner’s the Spirit: o fascínio da imagem na arte sequencial defendida e aprovada no Programa de Pós Graduação em Comunicação e Semiótica da PUC-SP em dezembro de 2014. Resumidamente, o pesquisador trouxe à discussão as especificidades do super-herói criado por Eisner, caracterizado por suas limitações humanas, pelas “falhas” e ausência de superpoderes, um perfil na contramão do típico super-herói americano, cujo modelo emblemático é o Superman. Concluída a discussão do trabalho, a sessão foi encerrada, sendo a próxima reunião do Colóquio marcada para o dia seis de março, no mesmo horário e local, quando serão discutidos os capítulos dois e três da obra indicada, sob a coordenação da colega Valéria Yida. Sem mais, a relatar, segue a ATA redigida por mim, Regina Behar, São Paulo, seis de fevereiro de 2015.

Maurício Kanno e Efrem Pedroza, coordenadores das discussões no Colóquio Científico realizado em 06 de fevereiro de 2015

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Abertas as inscrições para as 3as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos



Já estão abertas as inscrições para as 3as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos, evento que ocorrerá dos dias 18 a 21 de agosto de 2015, na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

Organizadas pelo Observatório de Histórias em Quadrinhos da ECA/USP, as Jornadas têm o objetivo de servir de ponto focal para as pesquisas sobre quadrinhos produzidas nas diferentes regiões do país e também no exterior. Além de dar visibilidade a tais estudos, o encontro acadêmico visa contribuir para promover um intercâmbio de conhecimento entre os temas abordados e os seus respectivos autores

O evento terá conferências de convidados nacionais e internacionais, mesas-redondas, sessões temáticas com comunicações individuais e debates. Também contará com lançamentos de livros
teóricos e venda de publicações em quadrinhos.

Interessados podem obter mais informações e inscrever-se no site do evento: http://www2.eca.usp.br/jornadas/.

Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Site das 3as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos



Já está no ar o site das 3as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos, que ocorrerão de 18 a 21 de agosto de 2015, na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo

Tal como aconteceu nas vezes anteriores, todas as atividades do evento serão centralizadas pelo site, por meio do qual ocorrerão as inscrições, o envio dos resumos e trabalhos, a divulgação de circulares e resultado das avaliações, bem como a emissão dos certificados de participação.

desenho de abertura do site, que também será utilizado em outdoors, posters, camisetas e todos os materiais distribuídos aos participantes é de autoria do experiente desenhista Will, a quem ficamos extremamente agradecidos.

Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Anais eletrônicos das 2as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos

Logo


Já estão disponíveis os Anais Eletrônicos das 2as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos, realizadas em agosto de 2013.

O acesso aos textos apresentados no evento pode ser feito no endereço http://www2.eca.usp.br/anais2ajornada/anais2asjornadas.php.

Infelizmente, motivos alheios à nossa vontade atrasaram a publicação dos Anais, que está ocorrendo só agora. 

Pedimos desculpas pelo atraso e agradecemos pela compreensão de todos os participantes. Esperamos que os anais eletrônicos atendam a todas as expectativas. 

Dúvidas e esclarecimentos podem ser dirigidos diretamente aos coordenadores do evento.

Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

1a circular das 3as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos

A 1a Circular das 3as Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos, que serão realizadas de 18 a 21 de agosto de 2015, na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, já está disponível. 

Organizado pelo Observatório de Histórias em Quadrinhos da ECA/USP, espera-se que o evento prossiga em sua trajetória de sucesso, reprisando as duas primeiras Jornadas, nas quais tivemos a apresentação de uma média de 180 trabalhos científicos, além da presença de importantes conferencistas nacionais e internacionais. 

A circular é transcrita abaixo.

Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro



terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Programa Gibideia entrevista coordenador do Observatório de Histórias em Quadrinhos

O Programa Gibideia, da Visual Art-TV, entrevistou no último dia 12 de dezembro de 2014, o coordenador do Observatório de Histórias em Quadrinhos da ECA-USP, Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro, que falou sobre sua carreira, seu trabalho na pesquisa em quadrinhos, suas preocupações com o avanço na pesquisa e da atuação do Observatório de Histórias em Quadrinhos na área.

A entrevista, realizada por Edilaine Correa, foi ao ar em 18 de dezembro de 2014 e inaugura programa de entrevistas com periodicidade mensal, dedicado às histórias em quadrinhos. Desejamos muito sucesso ao programa e à Visual Art-TV, que certamente vêm trazer uma contribuição inestimável para o avanço das histórias em quadrinhos em nosso país.

O programa pode ser assistido no endereço https://www.youtube.com/watch?v=izv4c9i_89s&noredirect=1.

Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro

Ata do Colóquio Científico do Observatório de Histórias em Quadrinhos, realizado em 12 de dezembro de 2014



Em doze de dezembro, o último Colóquio Científico do Observatório de Histórias em Quadrinhos da ECA-USP de 2014 reuniu pesquisadores, alunos e interessados por discussões acadêmicas, novidades do mercado livreiro assim como notícias sobre eventos relacionados às artes gráficas. Presidida pelo Prof. Dr. Waldomiro Vergueiro, a reunião iniciou-se às 20:00 horas com a presença das seguintes pessoas: Roberto Elísio dos Santos, Nobuyoshi Chinen, André Moreira de Oliveira, Douglas Pigozzi, Omar A. Sanchez, Gazy Andraus, Moisés Baptista,  Regina Behar, Marcelo Buzzoni, Diego Andrade, Celbi Pegoraro, Renata Farhat Borges, Paulo Ramos, Maurício Kanno, Luiz Salles, Cristiane Santana Mathias, Juscelino Neco, Edilaine Correa Gonçalves, Lucas Rocha, Alexandre Gallão e André Carvalho. Justificou ausência: Daniela Marino (por Gazy Andraus). Prof. Waldomiro iniciou a reunião agradecendo a presença de todos e comunicando algumas novidades na área, com destaque para a disponibilização em ambiente eletrônico do mais recente número da revista 9ª Arte, periódico científico do Observatório de Histórias em Quadrinhos (http://www2.eca.usp.br/nonaarte/ojs/index.php/nonaarte/index). Em seguida, fez a apresentação do último capítulo do livro The Power of Comics de Randy Duncan e Matthew J. Smith. O capítulo em questão, intitulado Comics Culture Around the World, tem como ponto de partida as diversas designações da produção quadrinística no mundo tais como: bande dessinée (França), fumetti (Itália), historietas (América do Sul), komiks (Filipinas), lianhuantos, manga (Japão), manshua  (Coréia), tebeos (Espanha), histórias em quadrinhos (Brasil).  Na apresentação deste último capítulo, o Prof. Waldomiro discorreu sobre a abordagem dos autores a propósito da Cultura dos Quadrinhos no mundo. Os autores apresentam a produção de outras regiões culturais como  a francesa ou belga, japonesa, canadense ou mexicana a partir da premissa de uma centralidade no quadrinho norte-americano surgindo como reação ao modelo americano ou sendo estimulada pelo mesmo; O professor projetou diversas imagens ilustrativas em relação à produção nos países aos quais se referiram os autores do livro  e acrescentou outras informações não contidas no capítulo, enriquecendo-o, ao mesmo tempo em que teceu considerações  críticas pertinentes sobre a visão dos autores, em especial à perspectiva centralizadora nos quadrinhos americanos que perpassa toda a obra e reaparece mesmo no capítulo em que os autores trabalham a produção de outros países.  A partir desse viés crítico, complementou com informações extras sobre história e especificidades da produção nos países indicados, tendo tido colaboração do prof. Roberto Elísio nas análises de contexto da produção em diversas décadas. Os ouvintes também teceram algumas considerações, somando informações e análises à discussão proposta para a noite. Após o encerramento do capítulo, tal como previsto em convite encaminhado aos participantes por e-mail, iniciou-se o conhecido amigo secreto com sorteio na própria noite de colóquio, aproveitando para a troca de títulos em quadrinhos de vários artistas e gêneros, comprados ou não na 16ª Festa do Livro da USP, organizada pela Edusp e pela Escola Politécnica da USP realizada  de 10 a 12 de dezembro na Cidade Universitária em São Paulo. Todos se presentearam e posaram para registro em foto efetuada por Luís Roberval Sales, diretor empresarial da Visual Artv, que igualmente registrou em vídeo toda a reunião. O Prof. Waldomiro informou então que o próximo colóquio ocorrerá em 06 de fevereiro de 2015 com pauta a ser definida e encaminhada próxima da ocasião. Também comunicou a todos o livro a ser analisado a partir do próximo colóquio científico: Quadrinhos: História moderna de uma arte global, de Dan Mazur e Alexander Danner, publicado pela Editora Nova Fronteira, de São Paulo, em 2014. Acertou-se, também, que na reunião de fevereiro a coordenação da discussão será realizada pelo jornalista Maurício Kanno. Nada mais havendo a tratar, o prof. Waldomiro, Presidente deste Colóquio agradeceu a presença de todos e desejou ótimas festas e passagem de ano. Para constar, nós, Edilaine e Regina Behar, lavramos a presente Ata, que vai devidamente assinada. São Paulo, 12 de dezembro de 2014.